terça-feira, dezembro 4

Caldeirão.

Sabe, às vezes nossa cabeça fica fervilhando idéias. Muitas vezes sem sentido, ou sem ligação. Só ficam lá, borbulhando, como se estivessem todas dentro de um caldeirão.
Idéias, histórias, lugares, temas, frases formadas, frases sem sentido... Tolkien já disse isso antes. Todo esse material é fornecido e alimentado por escritores.
Todos somos escritores. Escritores de textos, poesias, redações para a escola, histórias sem fim nas nossas cabeças...

É isso, eu não tenho uma coisa para contar, tenho um fervilhão de coisas na cabeça. Não estou achando o ponto onde tudo começa, ou onde tudo termina.

Algodão doce, nuvem, laranjas, dançar, saias rodadas, sorrisos, borboletas, alegria, leões, gatos, morango, guitarra, anos 80, Cindy Lauper, Bart Simpson, peru natalino, camisa xadrez, kriptonita, pular, "keep on laughing hiding the tears in my eyes", bolinha de sabão, infância, beijo, amor, fazer amor, árvores, azul celeste, bicicleta, livros, ETs, moedas, sinos, Steven Spielberg, dormir, triceratops, relógios, peixinhos coloridos, air drums, alguma coisa redonda e felpuda, pijama.

Você faz sentido?

Eu quero correr, pular, cantar e dançar. Está na hora de sermos felizes, não acha?

3 comentários:

Cléo disse...

"Todos somos escritores. Escritores de textos, poesias, redações para a escola, histórias sem fim nas nossas cabeças..."

Escritores de vida, enfim. Criamos vida. Somos pequenos deuses. Acho que é por isso que amamos nossas criações, nossos textos, que, por diversas vezes, nos dão tanto orguho, e, em outras, nos deixam tristes, mas é bom saber que fomos capazes de escrever, criar, algo...

Eu ia fazer umas mil menções honrosas aqui, mas, no momento, vou citar a Cindy Lauper. Cara, ela é SENSACIONAL! O POP agradece pela existência dessa mulher espetacular! Anos 80... quanta coisa boa nesses anos!

Girls Just Want To Have Fun!

Grazzi Evans disse...

Bele,acho que nem tentando eu consigo escrever tudo que penso igual você faz.Tem coisas na minha cabeças,as vezes,que não fazem sentido algum!

Também acho que está na hora de sermos felizes ^^.Aliás,já passô da hora!

Resumindo quase tudo,sigo o pensamento da Cléo.Ela conseguiu expressar as palavras tão bem quanto eu.
"Acho que é por isso que amamos nossas criações, nossos textos, que, por diversas vezes, nos dão tanto orguho, e, em outras, nos deixam tristes, mas é bom saber que fomos capazes de escrever, criar, algo..."
Certinho ;).

Beijos Bele

Grazzi Evans disse...

É,você foi citada ^^.
Sério,apesar de eu não conhecer você tanto quanto a Babi conhece,parece que somos amigas a tempo; não sei, é estranho mesmo essa senssação.Talvez porque você seja a melhor amiguita da minha prima.
Sendo esse o motivo ou não,te gosto bastante :D.Minha pseudo-prima,rs.

Agora nesse ano que vem,a gente vai poder conversar melhor,iuhul! rs

beijos