sexta-feira, novembro 30

Final de temporada.

Finalmente, o último de dia aula.
É claro que, para mim, assim como para tantos outros, essa é apenas uma pequena pausa e daqui dois meses, a rotina voltará ao normal.
Sinceramente, isso não me abala de nenhuma forma triste, muito pelo contrário: eu levanto as mãos pro céu e agradeço por poder ter dois meses de puro sossego, sem ter que olhar para a cara de tanta gente e agüentar tanta falação.

E não é que hoje, num dia glorioso como esse, tem gente que acha ruim?
Tá, tudo bem, passar dois meses longe dos amigos é chato, mas não é o Fim do Mundo. Existe telefone, MSN, Orkut, SMS, telegrama, sinais de fumaça, qualquer coisa para manter o contato.
Ninguém lá (na minha escola, e acredito que na sua seja igual) mora do outro lado da cidade para que impossibilite eles de saírem juntos nas férias. E são dois meses! Dois meses que passam voando! Rapidinho já voltarão a se ver todos os dias, até cansar.
Mas tudo bem, existem os alunos do terceiro ano e para eles, pode ser que muitos não se vejam mais com certa freqüência. Alguns até, nunca mais se verão.
Mas okay, okay, é compreensível.
Agora pare e olhe por outro ângulo: você nunca mais verá aquela garota metida que vira a cara quando você passa, ou aquele professor que adora infernizar a sua vida. Se verá livre da comida horrorosa da cantina ou das tias chatas que ficam patrulhando o corredor na hora das aulas. Liberdade total de agora em diante!
Isso sim é motivo para se comemorar não é? Não é?

Bom, acho que não é assim que pensam os alunos da minha escola.

Acredito que você já tenha assistido Malhação alguma vez na sua vida. Vamos lá, admita, ao menos um episódio você já viu, mesmo que involuntariamente (talvez sua prima chata estivesse na sua casa, repetindo sem parar "Ah não! É hoje que o Marquinhos vai beijar a Camila! Não-posso-perder-esse-episódio-por-nada! Desliga esse video-game estúpido e me deixe ver a TV" e você foi obrigado a assistir).
E com certeza já assistiu àquele último episódio da temparada, quando todos os futuros astros da novela das oito estão saindo, e um bando de retardados futuras-estralas-das-oito estão entrando.
Os grupinhos falsos... quero dizer, de amigos fiéis e inseparáveis está se separando; o casal de namorados trocando aquelas juras de amor eterno e prometendo se casarem após a faculdade; outro grupo marcando de zuar muito nesse período antes de entrar para uma faculdade... E mais dois ingredientes essenciais: Choro e o tema da novela tocando de fundo.
Pois bem, imaginou?

Foi exatamente assim o dia de hoje. Éééééé, um episódio de Malhação ao vivo. De.li.ci.ous!
E lá estávamos nós, vendo tudo do alto da escada, toda aquela encenação de choradeira, grupinhos pulando ao som de Jota Quest... Mas espera um segundo! Aquele pessoal ali chorando NÃO são os formandos! E nem aquele outro grupinho ali...
Resumindo, 80% das pessoas que estavam se achando estrelas da Malhação não eram de futuros calouros em alguma faculdade, era aquele pessoal retardado do segundo ano que voltaria a se ver em dois meses!
Tenha santa paciência! Pra que tanta encheção de saco? Pra que ficar chorando se em dois meses, DOIS MALDITOS MESES estarão juntos de novo? Ah, vai ver se eu estou na esquina!


PS: Assim que o portão foi aberto, fui a primeira a por os pés para fora da escola. Seria isso bom ou ruim?

2 comentários:

Grazzi Evans disse...

sashuashuahsasauhsa
amei seu post,Bele.
shaushuasasahuas
Eu concordo com você,sabe,pois os alunos da minha classe tbm são assim.Eu fico pensando \pô,eles estão fazendo todo esse chororô pra que?/
Primeiro que eu não gosto de ver ninguem chorando sem motivo ¬¬',segunda que não é pra tanto assim tbm! :O
Algumas amigas minhas: "Aiii Graaaaazzi,a gnt num vai se ver" e bla³
parece até que,sei lá...cada um vai pra um canto ou que alguem vai morrer! (deus me livre!)
Tudo bem tbm qua algumas pessoas vão pra noite ou saem da escola e não vai ser mais aquela convivencia de sempre (até pq os professores resolveram seprar as panelinhas no ano que vem ¬¬'... :/),mas pô.Onde eles moram? Na europa? Oriente?
Mas em termos de férias,se vc tem algo pra fazer,como viajar e tals,vc quer mais eh curtir e até esquece que são só 2 meses de férias.Já pra outros,que ficam em casa sem fazer absolutamente nada,esses 2 meses são cansativos e duram uma eternidaaade msm.
Mas esse povo é assim,vai fazer oq,né!?
sauashsuahsua
beeeeijooooooos
e vamo marcar de sair PO! num vejo vc nem a Babi mais :/.E tem q ser antes de eu viajar :E

Cleonice disse...

"Existe telefone, MSN, Orkut, SMS, telegrama, sinais de fumaça, qualquer coisa para manter o contato."

Bele, eu sei que não estudamos juntas, mas você pode me mandar um sinal de fumaça?

E, eu só chorava no final, tipo, na oitava série, eu chorei, acho que eu já estava advinhando que muitos laços seriam desfeitos... tempos depois, faleceu um guri que era da nossa turma. Só assim que encontrei boa parte do pessoal, mas foi um silêncio tão devastador. Todo mundo se comunicava com o olhar, não saía uma palavra...


E eu também chorei no terceiro ano do Ensino Médio. Cara, um ano depois, uma das minhas melhores amigas faleceu. Leucemia. Eu tenho trauma dessa palavra, até hoje. Agora tenho medo do que possa vir a acontecer na faculdade.


Mas, sério, tem gente que adora aparecer. PQP! Eu acho que devemos sair doando melancias para esse povo lesado! xD Assim eles as colocam na cabeça e aparecem devidamente. xD